Casa da Tradução

Setor: serviços/tradução

Uma nova empresa querendo uma fatia do gigantesco mercado das traduções, fazendo diferente.

PROBLEMAS & OBJETIVOS

Uma empresa diferente de tudo o que existia no mercado, precisando deixar tudo isso claro aos seus clientes, tanto pequenos como grandes.

A Casa da Tradução especializada em traduções baseada em São Paulo, caracterizada por seu atendimento sempre pessoal, algo que não acontece em seu mercado. Em 2012 fomos procurados para ajudá-los a construir uma marca que pudesse deixar clara a promessa da marca a todos seus clientes e os atributos da empresa, a fim de encarar o mercado.

 

O desafio do projeto era trazer para a marca um discurso que fugisse de tudo o que existia no mercado de traduções, e ainda uma identidade que trouxesse originalidade a marca, já que o nome “Casa da Tradução”, apesar de fugir do estilo de nomes da concorrência que geralmente é feito por siglas ou palavras em inglês, tratava-se de um nome genérico.

 

Outro desafio era comunicar-se com dois públicos destintos: grandes corporações gerenciadas por profissionais experientes; e com pequenas empresas, na maioria editoras de e-books, fundadas e administradas por jovens talentos.

A grande ideia

Antes: confuso, difícil de ler, sem foco, sem mensagem central (posicionamento), brincalhão, amador, sem promessa, sem lembrança de merca. Depois: moderno, limpo, icônico, flexível, elegante, imponente, fácil compreensão, posicionado e com mensagem direta ao consumidor. Desde que a marca se renovou, o contexto do projeto a levou a quebrar com todas as (não) convenções da marca anterior, uma vez que ruptura total foi o caminho sugerido e escolhido pela direção, afim de construir uma nova marca, do zero, sem mexer nos produtos.

SOLUÇÕES PROPOSTAS

Uma Casa para todos, o ponto de partida da solução para o projeto.

Trabalhando junto ao cliente chegamos ao pilar principal da marca que traduzia muito bem a cultura da empresa: humanidade. Após definir posicionamento, houve a dúvida: mudar ou não o nome da empresa? O cliente nos comunicou que o nome Casa da Tradução não tinha força com seus clientes de outros países, estes por estarem acostumados a marcas com nomes em inglês.

 

Após algumas reuniões e workshops, revisando conversas com o cliente, percebemos o uso constante do termo “A Casa” para se referir à empresa. Vimos que o nome tinha um grande significado, muito próximo ao pilar principal da marca. O que pode ser mais humano e aconchegante que nossa casa?

 

Uma vez decidido a permanência do nome e do seu destaque ao termo CASA, logo surgiu a solução de desenhar um logotipo usando o termo “a casa” em outros idiomas, buscando assim uma aproximação com todos os clientes e aumentando o poder de pregnância do nome na mente e coração de todos os stakeholders.

IMPACTO

Uma promessa de marca bem definida, uma estratégia que guia as ações de comunicação e uma marca que exterioriza tanto os valores como a promessa da marca.

A Casa da Tradução continua firme no mercado, com uma marca que hoje é reconhecida e admirada principalmente pelos seus clientes. Com uma promessa de marca muito bem definida, uma identidade original e um serviço excelente (entrega da promessa) a Casa da Tradução está pronta para disputar novos projetos com as grandes empresas do setor.

Nosso trabalho
Estratégia de marca
Posicionamento
Naming (validação)
Identidade visual
Branding
Equipe
Daniel Campos → estratégia e design
Apoio & consultoria
Advan Shumisk, Braz de Pina, Douglas Cavendish, Rodrigo Saiani, Junior Valler, Natalia Almeida, Arthur Presser, Tah Kim Chiang e Wai-Ha.

projeto anterior

Xyos Starshgh

próximo projeto

Xyos Starshgh